Just in time na logística: saiba o que é e quais os seus benefícios!

08/07/2020 Imagem destaque

Aumentar a produtividade sem perder a qualidade! Se você é responsável por processos no setor de logística da empresa, sabe o desafio que é essa tarefa. 

E quem entra com foco na relação qualidade x produtividade é o modelo de gestão just in time na logística!

Para continuarmos, você sabe o que significa just in time? De forma simples, esse método controla produção, transporte e compras, fazendo com que todas essas etapas sejam realizadas na hora certa.

Também conhecido como JIT, este método para gestão de produção é ideal para os profissionais que buscam aumentar a produtividade da sua empresa e, ao mesmo tempo, reduzir custos, sem deixar de lado a qualidade.

Quer saber mais sobre o just in time e quais os seus benefícios? Então continue acompanhando este post!

Por que aplicar o just in time na logística?

O sistema just in time pode ser aplicado nos mais variados modelos de organizações. A ideia é reduzir estoques e custos com mercadorias paradas e logo, ter controle mais preciso no setor de logística.

Quando o uso do just in time é colocado em prática, um dos principais pontos que se sobressaem são: 

– Maior qualidade da operação: desde a fabricação e transporte até outras etapas do processo logístico

– Sem produtos parados: mercadorias paradas não dão lucro, mas por outro lado, geram custos de armazenamento, ou seja, está aí algo que a empresa não precisa

– Dar fim ao desperdício: evitar a superprodução – responsável por gerar uma quantidade de produtos além do necessário para atender à demanda.

Sobre desperdícios a serem evitados, seguem mais alguns exemplos:

Produção exagerada e sem controle: a superprodução precisa ser evitada, pois produzir além do que é necessário ou fora do momento exato não é algo saudável para a empresa.

Tempo de espera: está aí uma variável determinante no sucesso e agilidade da logística – tenha em mente que diminuir tempo é reduzir custos!

Transporte: o transporte de produtos é um fator que pode se encaixar em desperdício, pois no processo dele há algo bem comum: o trânsito. Com isso, acontece o fenômeno das mercadorias paradas, as quais não dão lucro e causam perda de tempo.

Produtos com imperfeições: é necessário ter cuidado na produção e fabricação dos produtos, pois junto com as imperfeições vem o retrabalho.

Falhas: seguindo uma linha parecida com a de imperfeições, as falhas devem ser completamente extintas, pois produtos defeituosos não são aceitos no just in time na logística.

Estoque: é preciso produzir e vender, não trabalhe com estoques! Neste ponto, é bem interessante fica por dentro de como funciona a previsão de demanda logística.

Qual é o objetivo deste modelo de gestão?

O objetivo do sistema just in time é fazer com que cada ação seja realizada exatamente no momento em que se ela se faz necessária.

Mesmo que possa parecer complexo, essa gestão da logística tem um processo bem descomplicado, onde o foco é otimizar os processos, para então garantir continuidade e consistência para a cadeia produtiva.

Caso aconteça um problema em algum estágio da produção – como defeito de um produto – fica bem mais fácil resolvê-lo. Pois é possível retornar as atividades sem precisar descartar um lote inteiro de produtos defeituosos, assim elimina o desperdício e gera economia.

Quais são as vantagens do just in time na logística?

– Baixa nos custos: com a aplicação do JIT, a ideia é ter o máximo de redução possível de itens como equipamentos, materiais e mão de obra. 

– Flexibilidade facilitada: mais uma vantagem da prática do just in time na logística é conseguir ter uma empresa flexível a mudanças. Pois quando não há estoques exagerados e mal planejados, dá para modificar ou retirar um produto de linha sem que isso gere componentes inutilizáveis.

– Maior qualidade: tendo em mente que no just in time defeitos não são tolerados, os mesmos devem ser evitados ao máximo. Ou seja, quando um defeito surge, você precisa procurar a causa do problema e se atentar a uma solução rapidamente junto com os outros encarregados. Deste modo, o que precisa ser levado em consideração é que além de produzir, também é necessário não perder o foco na qualidade do produto e manter uma constante verificação do mesmo.

E então?

Neste post destacamos os principais aspectos de uma gestão just in time na logística e também pontuamos algumas vantagens de aplicá-lo no seu negócio, sendo que uma delas é que não é necessária alta tecnologia para aplicação. 

Isso porque, se trata de um sistema de gestão de baixo custo que fará sua empresa evoluir os processos por meio da diminuição de falhas e desperdícios. O foco é: produzir e entregar “na hora certa”.

Você já conhecia o just in time na logística? Esperamos ter ajudado a esclarecer possíveis dúvidas de como funciona este processo de gestão. 

Caso queira saber mais sobre transporte e logística de cargas, fique à vontade para acessar mais artigos em nosso blog!

COMUNICADO

Estamos com problemas em nossa linha de atendimento na filial de Rio do Sul – SC.

Entrem em contato através dos números:

(47) 9 8856-3532 – Compras
(47) 9 950-0834 – Comercial
(47) 9 9950-0451 – Financeiro


Agradecemos a compreensão.

COMUNICADO

 

Estamos com problemas técnicos em nossas linhas de atendimento na filial de Guarulhos – SP.

 

Entrem em contato através dos números:
(11)9 4741-7052 – COLETA
(11)9 4017-3011 – COLETA


Agradecemos a compreensão.