Setor logístico: 9 dicas para você coordenar melhor seu time!

28/02/2020 Imagem destaque

Coordenar um setor logístico não é uma tarefa fácil. A cadeia de suprimentos apresenta diversos desafios e todas as etapas devem estar interligadas para garantir bons resultados.

Para manter uma rotina mais produtiva e eficaz há diversas estratégias, técnicas e atitudes que podem melhorar o desempenho deste departamento. 

Portanto, continue a leitura e confira 9 dicas essenciais para coordenar melhor sua equipe logística!

1 Entenda as habilidades de cada colaborador do setor logístico

O primeiro passo para aproveitar da melhor maneira a capacidade do seu setor logístico é entender quais são as habilidades de cada um, ou seja, em qual função cada colaborador mais se destaca. 

Saber distribuir o trabalho desta forma é fundamental para garantir um bom desempenho e manter a equipe motivada a alcançar seus objetivos. Assim você consegue ter um time de especialistas e ainda diminui a ocorrência de falhas nas atividades.

Portanto, como gestor ou diretor deste departamento, você deve ter uma visão estratégica de cada função e da aptidão dos colaboradores.

2 Faça um bom planejamento logístico

Todas as empresas costumam ter diversos objetivos, mas nem todas realizam um planejamento para entender como os alcançarão. No setor logístico é essencial desenvolver um planejamento que englobe todas as etapas da cadeia de suprimentos. 

Mapear os processos contribui para que você entenda onde estão os gargalos de produtividade, o que pode ser melhorado e qual caminho deve ser seguido para alcançar bons resultados. 

Você pode dividir seu planejamento logístico em três esferas:

– Planejamento estratégico: é onde todos os processos são mapeados e se definem os objetivos, metas e planos para alcançá-los

– Planejamento tático: neste momento é preciso entender como colocar os objetivos em prática por meio de ações coordenadas e monitoradas

– Planejamento operacional: onde são desenvolvidas as tarefas definidas no planejamento tático e que ajudarão a atingir os objetivos.

Desta forma, um trabalho que antes parecia muito extenso e complexo torna-se um plano de ação dividido em várias etapas executáveis.

3 Estabeleça metas SMART

De nada adianta estabelecer objetivos confusos e vagos, certo? Para evitar isso, você pode utilizar o método de metas SMART. Uma meta SMART deve ser:

– Específica: é preciso deixar claro o que será feito. Por exemplo, se você possui o objetivo de aumentar a produtividade da equipe, o ideal é definir que a produtividade deve aumentar em 20% 

– Mensurável: todas as suas metas devem ser mensuráveis, ou seja, você precisa saber como medir este objetivo. Caso contrário, você não saberá se atingiu os resultados esperados ou não

– Atingível: criar metas que não sejam atingíveis distancia o setor dos seus objetivos definidos no planejamento, além de desmotivar a equipe. Portanto, antes de criar uma meta, avalie se é possível atingi-la

– Relevante: desenvolva metas que sejam realmente relevantes para o setor logístico, o que além de garantir resultados que façam a diferença na rotina de trabalho, também irá contribuir para o engajamento da equipe

– Temporal: estabeleça um prazo para suas metas serem alcançadas. Quando não se dá a devida atenção a este ponto, os objetivos podem ser alcançados tanto em uma semana como em um ano. 

4 Invista em tecnologias que otimizem o trabalho

4 Invista em tecnologias que otimizem o trabalho

Existem diversas tecnologias voltadas para o segmento logístico, como sistemas de gestão, ferramentas para emissão de documentos fiscais, entre outros. 

Muitas vezes um trabalho manual que ocupa um tempo considerável da sua equipe pode ser realizado em uma ferramenta online, otimizando o trabalho.

Busque saber quais são as tarefas que mais demandam tempo do setor e pesquise por tecnologias que possam facilitar estas atividades. Além de economizar tempo, sua equipe poderá se concentrar mais em tarefas estratégicas!

5 Promova treinamentos para o setor logístico

Uma maneira eficiente de motivar a equipe e engajá-los com os objetivos do setor é promover treinamentos e capacitações. 

Investindo no conhecimento dos colaboradores você verá uma melhoria constante nos resultados e todo o setor logístico será beneficiado.

Também é essencial que você, como gestor, busque conhecimentos técnicos e práticos, além de se atentar às principais tendências do mercado.

6 Tenha um bom relacionamento com a equipe

O relacionamento interpessoal é um dos principais fatores de sucesso ou fracasso em um ambiente de trabalho. Por isso, é fundamental respeitar as diferenças e entender a personalidade de cada um, construindo relacionamentos saudáveis e amigáveis.

Conquistando a confiança da sua equipe você será o primeiro a saber quando existe um problema no setor e se há algo que pode ser feito para melhorar a situação. Manter uma cultura de feedbacks é indispensável para o crescimento contínuo do setor.

7 Seja flexível a mudanças

Nem sempre o que planejamos é a melhor solução ou maneira de alcançar um objetivo. É fundamental que a equipe logística tenha espaço para sugerir mudanças nos processos e que você saiba como aplicá-las no fluxo de trabalho.

Quando um colaborador sugerir uma mudança, analise a relevância da sugestão e se for pertinente, estude uma maneira de inserir isso nas operações do setor em um período de teste, e então analise e compare os resultados.

8 Escolha bons fornecedores logísticos

O sucesso do seu trabalho não se limita apenas ao desempenho do setor. Os fornecedores que fazem parte da cadeia de suprimentos são elementos fundamentais para o funcionamento do seu planejamento. 

No que se refere ao transporte, é preciso escolher um fornecedor logístico que garanta agilidade e entrega no prazo, além da segurança da sua mercadoria.

Por mais que todo o processo interno esteja muito bom e em dia, o atraso na entrega de um produto tem grande impacto na imagem da sua empresa perante os consumidores.

9 Monitore os resultados e métricas do setor logístico

Realizar um ótimo planejamento e focar na execução é essencial para o sucesso do setor, mas não se pode esquecer da análise de resultados.

Entenda quais métricas são relevantes para o seu setor e analise-as sempre que necessário. Assim você verá possíveis pontos de melhoria e quais são os diferenciais da sua logística em comparação com o mercado.

Bons exemplos de métricas que devem ser analisadas são o tempo de entrega para cada região, produtividade individual, número de trocas, avaliações de clientes, custo de armazenagem, entre outros.

E então?

Como você viu neste conteúdo, existem diversas maneiras de melhorar o gerenciamento do setor logístico e coordenar melhor seu time.

É importante que você se atente às primeiras, que tratam sobre entender as habilidades de cada colaborador, desenvolver um planejamento logístico e a criação de metas, para que possa introduzir o restante das dicas de maneira natural e eficiente.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco!

Agora, para que você possa entender ainda mais sobre gestão logística e como melhorar seus resultados, clique abaixo e faça o download gratuito do e-book Supply Chain: como usá-lo a favor da sua empresa!

 

COMUNICADO

Estamos com problemas em nossa linha de atendimento na filial de Porto Alegre – RS.

Entrem em contato através dos números:
(47) 99950-0691
(47) 99950-0752


Agradecemos a compreensão.